Clique abaixo para entrar diretamente no assunto

Feedjit

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Orientações para o estudante após o resultado do Fies

Passamos nesta postagem algumas orientações sobre a conclusão da inscrição do Fies.  O estudante pode seguir as dicas para evitar problemas na conclusão da inscrição e nos procedimentos a serem seguidos após ser pré-selecionado.
Basta clicar nos links( em laranja) para ser direcionado para a orientação.

ANTES DE SER PRÉ-SELECIONADO:
Para saber como acompanhar o resultado da inscrição, clique Aqui



DEPOIS DE SER PRÉ-SELECIONADO:
Veja aqui como fazer para finalizar a inscrição do Fies
Clique Aqui



APÓS SER PRÉ-SELECIONADO VEJA O QUE FAZER  NA FACULDADE

Estudante não precisa ter feito vestibular nem estar matriculado para conseguir o Fies.

O que é CPSA?

Para  saber qual a documentação que deve levar  para a CPSA da faculdade

Errei alguns dados ao fazer a inscrição, posso alterar?
Sim. Enquanto não for gerado o DRI (Documento de Regularidade de Inscrição) a CPSA da faculdade pode reabrir a inscrição para correção.



PROCEDIMENTOS NO BANCO

Quer saber qual documentação deve levar ao banco?

  
Posso mudar o tipo de garantia no banco?
Sim. Entre fiança tradicional e fiança solidária. Não é possível mudar para fundo garantidor.
Para saber se tem direito ao fundo garantidor(FGEDUC) clique aqui

ESTUDANTES DA LISTA DE ESPERA 

Tem de consultar o resultado diariamente e verificar a sua situação.
Caso sejam selecionados, deverão acessar o Sisfies, no endereço eletrônico 
http://sisfiesportal.mec.gov.br, e concluir sua inscrição para contratação do financiamento no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.
É de inteira responsabilidade do estudante acompanhar o resultado. Caso perca o prazo será desclassificado.




segunda-feira, 24 de julho de 2017

Veja como será o processo seletivo do 2º semestre de 2017. Inscrições de 25 a 28 de julho


De acordo com o edital  nº 69, de 12 de Julho de 2017, Portaria Normativa 12 de 06 de Julho de 2017 e Medida provisória 785/2017 de 06 de Julho de 2017 , fizemos um detalhamento de como será o processo seletivo referente ao 2º semestre de 2017:

As principais novidades em relação ao processo seletivo anterior, são:

1)Neste processo será permitido ao estudante que já possui o Fies, se candidatar a um novo financiamento, desde que não esteja na fase de utilização do contrato, ou seja, desde que tenha começado a pagar o financiamento e esteja ADIMPLENTE.
Mas, isso afeta pouco quem deseja uma vaga em cursos concorridos, como Medicina por exemplo, pois a classificação levará em conta, primeiramente, todos os classificados que NÃO possuem curso superior, independentemente de a nota do ENEM  dos que já possuem curso superior, ser maior. Ou seja, um estudante que não tenha curso superior com a nota do ENEM de 450 pontos , estará à frente de um que possua curso superior com nota 1000 no ENEM.

2) Obrigatoriedade de contratação de seguro prestamista, ainda não regulamentado, para cobrir morte ou invalidez do estudante. Na MP a obrigatoriedade é a partir de 06 de Julho de 2017, mas especula-se que só será implementado a partir da contratação do 1º semestre de 2018.

Importante:
Continuam válidas as seguintes exigências:
1) A determinação de que não é necessário que o estudante esteja matriculado ou tenha participado de processo seletivo interno da IES onde pretende estudar. A classificação é exclusivamente feita pela nota do ENEM. Cursos mais concorridos como Medicina, por exemplo, vão exigir nota mínima por volta de 700 pontos

2) A permissão para a contratação no semestre posterior, no caso 1º semestre de 2018, caso se esgote o prazo regular de matrícula da IES escolhida, para o caso de estudantes não matriculados.

3) O processo é feito em duas etapas:
1ª Etapa: No site Fies Seleção é divulgada a relação de pré-selecionados e lista de espera. Estudante pré-selecionado deve concluir essa etapa para ir para a seguinte.
2ª Etapa: Os pré-selecionados acessam um novo site: Sisfies, onde deverão colocar os dados do grupo familiar e ficarão sabendo o tipo de garantia a que tem direito e o percentual máximo de financiamento.

4) Estudante não precisa ter idoneidade cadastral. Somente o fiador precisa, se for o caso.
Quer saber se tem direito ao FGEDUC( Fies sem fiador) clique Aqui
Se não tem direito ao FGEDUC e precisa de um fiador convencional, clique Aqui

Abaixo o detalhamento de todo o processo, ponto a ponto:
SITE DE INSCRIÇÃO:
Fies Seleção no endereço: http://sisfiesportal.mec.gov.br
Neste Site  somente é verificada a condição de pré-selecionado, classificação e nota de corte. Também pode ser mudada a opção de curso e de IES até o final do processo seletivo.
Outras questões como percentual, se vai precisar ou não de fiador, grupo familiar somente no outro site (Sisfies) após ser pré selecionado.
Para  verificar o passo a passo de como fazer a inscrição no site Fies seleção, clique Aqui


PRAZO DE INSCRIÇÃO:
De 25 de Julho de 2017 até as 23 horas e 59 minutos do dia 28 de Julho de 2017, observado o horário oficial de Brasília- DF. ( A inscrição começa geralmente após o meio-dia do dia 25. Não precisa correr, pois a classificação é pela nota o

REQUISITOS PARA SE INSCREVER:
Somente poderá se inscrever o ESTUDANTE que,  cumulativamente, atenda as seguintes condições:
I - tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem a partir da edição de 2010 e obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a quatrocentos e cinquenta pontos e nota na redação superior a zero;
II - possua *renda familiar mensal bruta per capita de até 3(três) salários mínimos per capita).
*Renda familiar bruta per capita, é a soma de todas os ganhos brutos do grupo familiar, dividida pela quantidade de membros desse grupo.

OPÇÃO DE VAGA:
O ESTUDANTE somente poderá se inscrever em um único curso e turno de graduação. mas poderá mudar a IES, o curso e o turno até a finalização da inscrição.

INFORMAÇÕES OBRIGATÓRIAS NA INSCRIÇÃO:
I - o seu número de registro no Cadastro de Pessoa Física - CPF;
II - a sua data de nascimento, consoante consta do Cadastro de Pessoa Física(CPF);
III - endereço eletrônico (e-mail) pessoal válido;
IV - ano de conclusão do ensino médio;
V - o número de registro no CPF dos membros do seu grupo familiar com idade igual ou superior a 14 (quatorze) anos, as respectivas datas de nascimento, consoante constam do referido Cadastro de Pessoa Física(CPF), e, se for o caso, a renda bruta mensal de cada componente do grupo familiar.;
VI - a sua opção de vaga em instituição de educação superior participante, local de oferta, curso, turno; e
VII - demais informações solicitadas no âmbito do Fies-Seleção.

CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO:
I - a concordância expressa e irretratável com o disposto neste Edital, na  Portaria Normativa MEC nº 10, de 2010, na Portaria Normativa MEC nº 12, de 2017, e demais atos normativos do Fies;
II - o consentimento para a utilização e a divulgação de suas notas no ENEM e das informações prestadas no Exame, inclusive aquelas constantes do questionário socioeconômico, assim como os dados referentes à sua  participação no referido processo seletivo do Fies.

CLASSIFICAÇÃO E  PRÉ-SELEÇÃO ( Novidade) 
Os  CANDIDATOS  serão  classificados  na  ordem  decrescente  de  acordo  com  as  notas  obtidas no  Enem,  na opção de vaga para a qual se inscreveram, observada a seguinte sequência:
I - CANDIDATOS que não tenham concluído o ensino superior e não tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil;
II  -  CANDIDATOS  que  não  tenham  concluído  o  ensino  superior,  já  tenham  sido  beneficiados  pelo  financiamento estudantil e o tenham quitado;
III - CANDIDATOS que já tenham concluído o ensino superior e não tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil;
IV  -  CANDIDATOS  que  já  tenham  concluído  o  ensino  superior  e  tenham  sido  beneficiados  pelo  financiamento estudantil e o tenham quitado;
V  -  CANDIDATOS  que  não  tenham  concluído  o  ensino  superior,  já  tenham  sido  beneficiados  pelo  financiamento estudantil e ainda não o tenham quitado; e
VI  -  CANDIDATOS  que  já  tenham  concluído  o  ensino  superior,  já  tenham  sido  beneficiados  pelo  financiamento estudantil e ainda não o tenham quitado.
 A nota de que trata o subitem 2.1. considerará a média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem em cuja edição o CANDIDATO tenha obtido a maior média.

Desempate( Em caso de notas idênticas):
I - nota obtida na redação;
II - nota obtida na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
III - nota obtida na prova de Matemática e suas Tecnologias;
IV - nota obtida na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
V - nota obtida na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

ALTERAÇÃO DA INSCRIÇÃO
O estudante pode alterar a opção de vaga quantas vezes achar necessário, até a conclusão da inscrição.
É considerada válida a última inscrição realizada e confirmada pelo estudante no Fies Seleção.
O Estudante pode verificar, depois de divulgado o resultado e a  nota de corte de cada curso e IES, alterar para um curso e IES onde conseguirá a vaga. Isso pode ser feito quantas vezes quiser.

NOTA DE CORTE
A partir do segundo dia de inscrições, aparecerá a nota de corte, que é a nota mínima que mantém o candidato entre os selecionados em um curso, com base no número de vagas e no total de inscritos.
A nota de corte é a menor nota de estudante que esteja classificado.
Caso não haja nota de corte é porque existem mais vagas do que candidatos.

DIVULGAÇÃO DO RESULTADO:
O resultado da pré-seleção na chamada única e a lista de espera serão divulgados no dia 31 de Julho de 2017.
O ESTUDANTE poderá consultar o resultado de sua pré-seleção referente à chamada regular, bem como a lista de espera, na página do FiesSeleção na internet, no endereço eletrônico http://fiesselecao.mec.gov.br, e nas instituições para as quais efetuou sua inscrição.


CONCLUSÃO DA INSCRIÇÃO NO FIES PARA CONTRATAÇÃO DO FINANCIAMENTO PELOS ESTUDANTES PRÉ-SELECIONADOS:
Os  CANDIDATOS  pré-selecionados  na  chamada  única  do  processo  seletivo  do  Fies  referente ao  2º semestre de 2017 deverão acessar o Sisfies*, no endereço eletrônico, e concluir sua inscrição para contratação do financiamento a partir do dia 1º de agosto de 2017.
Os  CANDIDATOS  pré-selecionados  na  lista  de  espera  do  processo  seletivo  do  Fies referente  ao  2º semestre de 2017 deverão acessar o Sisfies*, e concluir sua inscrição para contratação do financiamento.
4.3. Os CANDIDATOS pré-selecionados na chamada única de que trata o subitem 4.1., ou na lista de espera  terão o prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da divulgação de sua pré-seleção no
FiesSeleção, para concluir sua inscrição no Sisfies, observado o subitem 3.5 do Edital.
4.4. Após a conclusão da inscrição no Sisfies, os prazos de validação junto à CPSA do local de oferta do curso e de comparecimento  junto  ao  agente  financeiro  para  formalização  da  contratação  do  financiamento  obedecerão  ao disposto no art. 4º da Portaria Normativa MEC nº 10, de 2010.
Veja tudo no passo a passo.

Para verificar o passo a passo de como fazer a inscrição no site Sisfies, clique Aqui
Está em dúvida se tem direito ao FGEDUC( Fies sem fiador) clique Aqui

ESTUDANTES DA LISTA DE ESPERA:
Os ESTUDANTES pré-selecionados na lista de espera do processo seletivo do Fies deverão consultar diariamente o site Fies seleção e verificar a sua situação.
O prazo será de 14 de Fevereiro a 03 de Março de 2017.
Caso sejam selecionados, deverão acessar o Sisfies, no endereço eletrônico http://sisfiesportal.mec.gov.br, e concluir sua inscrição para contratação do financiamento no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.
Quer saber como acompanhar e verificar o resultado do Fies? Veja Aqui


Atenção: Após  a  divulgação  do  resultado  da  chamada  única,  havendo  vaga  não  ocupada,  é  de  exclusiva  responsabilidade  do  CANDIDATO  participante  da  lista  de  espera  do  processo  seletivo  do  Fies acompanhar  sua  eventual  pré-seleção  na  página  do  FiesSeleção  na internet,  no  endereço  eletrônico  http://fiesselecao.mec.gov.br.

PRAZO PARA VALIDAÇÃO DAS INFORMAÇÕES NA CPSA:
Comparecer na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do Fies (CPSA) do local de oferta do curso  em até 10(dez) dias corridos, contados a partir do dia imediatamente subsequente ao da conclusão da sua inscrição. Na CPSA, caso seja verificada alguma divergência entre a documentação e o que foi informado no site FiesSeleção pelo ESTUDANTE pré-selecionado, ele poderá ser desclassificado.
Observação:  O prazo será prorrogado para o primeiro dia útil subsequente, caso o vencimento ocorra em final de semana  ou feriado nacional.
IMPORTANTE: de acordo com o definido na portaria  não é necessário que o estudante esteja matriculado ou tenha participado de processo seletivo próprio da IES.


CONTRATAÇÃO:
Nos Agentes financeiros:
Em até 10(dez) dias contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data  da validação da inscrição pela CPSA.
Observação:  O prazo será prorrogado para o primeiro dia útil subsequente, caso o vencimento ocorra em final de semana  ou feriado nacional.

CONCLUSÃO DA INSCRIÇÃO NO 1ºº SEMESTRE DE 2018:
Embora o processo seletivo seja para o 2º semestre de 2017, excepcionalmente, nos casos em que a matrícula do estudante pré-selecionado for incompatível com o período letivo da IES, o que pode resultar em sua reprovação por faltas, observados os prazos e procedimentos definidos no Edital SESu e atendidas as condições de financiamento apuradas pela CPSA, a Comissão deverá registrar a referida inscrição no Sisfies para sua conclusão no 1º semestre de 2018.
Neste caso, a conclusão da inscrição no Sisfies deverá ocorrer no período de 29 de Janeiro a 02 de Fevereiro de 2018.

PRAZO PARA RECORRER EM FUNÇÃO DE ERRO OPERACIONAL:
Em caso de erros ou da existência de óbices operacionais por parte da IES, da CPSA, do agente financeiro ou dos gestores do Fies, que resultem na perda de prazo para realização da inscrição no Sisfies, da validação pela CPSA e da contratação do financiamento no agente financeiro, o FNDE, após o recebimento e avaliação das justificativas apresentadas pela parte interessada e autorização da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação- SESu-MEC sobre a existência de vagas, poderá, até o dia 31 de Dezembro de 2017, adotar as providências necessárias à prorrogação dos respectivos prazos.
IMPORTANTE: Se for constatado o erro, mesmo que todas as vagas já tenham sido preenchidas, poderá ser autorizada a criação de vaga adicional.

OUTRAS  INFORMAÇÕES:
As instituições participantes deverão disponibilizar acesso gratuito à internet para a inscrição de ESTUDANTES ao processo seletivo do Fies.
O  Ministério  da  Educação  não  se  responsabilizará  por:
I  -  inscrição  via  internet  não  recebida  por  quaisquer  motivos de  ordem  técnica  de  computadores,  falhas  de  comunicação,  congestionamentos  das  linhas  de  comunicação,  por  procedimento  indevido, em  como  por  outros  fatores  que impossibilitem
a  transferência  de dados,  sendo  de  responsabilidade  do  CANDIDATO  acompanhar  a situação  de  sua  inscrição;
II  -  falta,  erro  ou  não  divulgação  de  informações  por  parte das  IES  participantes.
A  prestação  de  informações  falsas  ou  a  apresentação  de documentação inidônea pelo CANDIDATO, em procedimento que lhe assegure o contraditório e a ampla defesa, ensejará o encerramento do contrato de financiamento,  sem  prejuízo  das  sanções  penais 
eventualmente  cabíveis.

Clique aqui para baixar a  Portaria Normativa 12 de 06.07.2017



domingo, 16 de julho de 2017

Novo Fies: Juro zero não quer dizer Fies sem juros. Muito pelo contrário!

Iniciaremos uma série de postagens sobre as novas regras do Fies anunciadas no último dia 06 de Julho. Durante todo o anúncio e posteriormente,  quando foram entrevistados o  ministro da Educação Mendonça Filho e um técnico  do ministério, houve pouco questionamento a respeito das novas regras e sobre o que efetivamente elas alterariam em referência ao modelo atual.

O primeiro ponto que abordaremos é o chamado Juro Zero.
Você que compra um celular que custa R$ 1000,00 parcelado em 10 parcelas de R$ 100,00.
Isso quer dizer que você pagou o celular em 10 parcelas sem juros.

O novo Fies não será assim. Ele será corrigido pela inflação oficial.
Ainda não foi definido qual será a periodicidade dessa correção. Se mensal, trimestral, semestral ou anual.
Tudo deverá ser definido pelo CG-Fies( Comitê Gestor do Fies)  que será constituído por integrantes dos Ministérios do Planejamento, da Fazenda e da Educação, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e das universidades privadas.

Segundo o assessor do Ministério do Planejamento Arnaldo Lima Junior, a ideia é ter incentivo de migração do modelo antigo para o novo a partir da possibilidade de até reduzir a taxa de juros desses contratos, para que esses alunos tenham essa modalidade de pagamento vinculada à renda. Is é importante para sanar o Fies".
Pode ser uma boa?
Vejamos abaixo o gráfico comparativo Inflação X juros do Fies.
Note que em relação ao juro de 3,4% ao ano, que corrige os contratos assinados até o 1º semestre de 2015, que representam atualmente mais de 80% de todos os contratos, a inflação é sempre maior, ou seja, o juro atual  é NEGATIVO.
Então somente por esse fator, para todos os contratos assinados até o 1º semestre de 2015, não há nenhuma vantagem nessa migração.

E para os outros contratos, assinados a partir de 2º semestre de 2015 até o 2º semestre de 2017( a regra sobre a correção pela inflação somente será obrigatória a partir dos contratos assinados referente ao 1º semestre de 2018). Será um bom negócio?
Baseado na inflação dos últimos 10 anos, para esses contratos, que tem a taxa de 6, 5% ao ano, pode ser que o estudante pague menos juro. Somente em um ano dos últimos dez a inflação esteve acima dos 6, 5%.
Mas o que aconteceu no passado não é garantia de que isso acontecerá no futuro.
Ficaria à mercê das políticas econômicas dos próximos presidentes , além das crises econômicas brasileiras ou mundiais, que poderão ou não acontecer, até o final do seu contrato.
Além disso, muito provavelmente o estudante terá de se sujeitar a outras condições para poder migrar.

O bom então é aguardar e verificar as regras para essa transição, e como poderá ser feita.

Mas, definitivamente: Juro zero não que dizer Fies sem juros!





quinta-feira, 6 de julho de 2017

Confira o cronograma do processo seletivo Fies do 2º semestre de 2017


Confirmadas as datas para a inscrição para o Fies no 2º semestre de 2017.
De acordo com o comunicado oficial do Ministério da Educação, as inscrições serão no período de
25 a 28 de Julho.
As regras continuam as mesmas do processo seletivo de 2017.
Podem participar os estudantes com participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 com média das notas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero. O estudante também precisa ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos.
Veja o cronograma completo do processo seletivo:


segunda-feira, 12 de junho de 2017

Fies deve passar por sua mais profunda mudança

De acordo com matérias veiculadas no últimos dias, principalmente pelos jornais eletrônicos do Valor Econômico e Universo on line (UOL), haverá uma profunda mudança no Fies. Importante ressaltar que as mudanças afetarão os contratos assinados a partir do 2º semestre de 2017. 
Praticamente será um novo programa. 
Esta mudança está sendo gestada há mais de um ano, com dezenas de reuniões e estudos que visam, por parte do governo, prioritariamente, diminuir o montante de recursos públicos direcionados para o Fies.
Segundo informações do governo, o montante de recursos passou de 1,8 bilhões em 2010 para 31 bilhões em 2016.
O governo se inspira num financiamento privado, o Pravaler, mantido por algumas faculdades particulares. 

Em matéria publicada no Valor Econômico, Sólon Caldas, diretor-executivo da Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior(Abmes),disse que vai ser muito difícil para as faculdades mensurar o valor total do financiamento no ato da contratação, pois não há um indexador fixo.

Na mesma matéria, Rodrigo Capelato, do Semesp, sindicato das instituições de ensino, o possível aumento na taxa de juros pode tornar o programa inviável.

A Abraes, entidade que representa os maiores grupos do setor, fez um estudo com uma série de sugestões a serem apresentadas:
- Manutenção da taxa de juros em 6,5% ao ano.
-Redução do prazo de carência para seis meses.
-Cobrança imediata do financiamento para estudantes desistentes.
- Alíquota menor do FGEDUC*, de faculdades que possuem uma menor inadimplência por parte dos estudantes.
*FGEDUC é um fundo criado para cobrir a inadimplência do programa.

Abaixo no quadro as principais mudanças que afetam diretamente aos estudantes:
Tudo ainda é matéria de jornal, mas é quase  certo que a maioria dessas mudanças virá ou até outras que ainda não foram divulgadas.
É importante ressaltar que, quem contratou no 1º semestre de 2017, não teve acesso nem pelo contrato nem pelo site de inscrição, ao percentual de financiamento. Pode ser que haja surpresas para eles também.
Nos mesmos jornais e em outras fontes na internet, constam que há estudos para que haja um estímulo para a iniciativa privada assuma o financiamento para pessoas de renda acima da faixa de 3 salários mínimos.
Nos próximos dias teremos todas as respostas.


terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Estudante da lista de espera deve consultar o site Fies Seleção diariamente


Os estudantes pré-selecionados na lista de espera do processo seletivo do Fies deverão consultar diariamente o site Fies Seleção e verificar a sua situação.
O prazo será de 14 de Fevereiro a 17 de Março de 2017.
Caso sejam selecionados, deverão acessar o Sisfies, no endereço eletrônico
http://sisfiesportal.mec.gov.br, e concluir sua inscrição para contratação do financiamento no prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.
É de inteira responsabilidade do estudante acompanhar o resultado. Caso perca o prazo será desclassificado.
Quer saber como acompanhar e verificar o resultado do Fies? Veja Aqui

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Estudante não precisa ter feito vestibular nem estar matriculado para pleitear o Fies

É necessário ter passado no vestibular ou estar matriculado na faculdade para pleitear o Fies ?
Não. Definitivamente não é necessário.
Vamos demonstrar, de acordo com a portaria 10 de 30 de Abril de 2010, que regulamenta todos processos seletivos e também do Edital 8 de 27 de Janeiro de 2017, que regulamenta especificamente o processo do 1º/2017,  e refutar todos os argumentos de ALGUMAS  faculdades que insistem em exigir que o estudante tenha participado de processo seletivo próprio da faculdade, que esteja matriculado na  faculdade ou que pague a matrícula e mensalidades antes de concluir a contratação do Fies

1) Primeiro nhem nhem nhem da faculdade:
Mas para participar do Fies é necessário que o estudante esteja regularmente matriculado? Vamos à portaria:
Note os itens que estão marcados em vermelho:

Realmente a portaria exige que o estudante selecionado esteja "Regularmente matriculado", de acordo com o artigo 1º. Mas o que o MEC considera como "regularmente matriculado?
Somente o que especifica nos incisos I e II do parágrafo 2º:
I- Com matrícula  trancada.
II- Com matrícula em qual não tenha sido formada turma. 


2) Segundo nhem nhem nhem da faculdade:
Mas para que possa fazer o Fies é obrigatório ter feito o nosso vestibular.
Vejamos o que diz essa mesma portaria em seu parágrafo 6º:



Com isso não resta nenhuma dúvida de que não é necessário participar de processo seletivo próprio da faculdade.
Somente é necessário que tenham feito o ENEM , a partir do ano de 2010, e que tenham nota mínima de 450 pontos e não terem zerado a redação. Caso o estudante tenha feito mais de um ENEM, o sistema automaticamente buscará a nota mais alta no momento da inscrição.
A nota do ENEM  é o único item de classificação: Maior nota, maior chance de conseguir a vaga.

Ainda não estão convencidos?
Mostre para  eles  as disposições transitórias do Edital 8 que regulamente o processo seletivo do 1º semestre de 2017:
Além de , no edital estar explícito em seu item 5.1.4 que independe de ter participado do processo seletivo, no itens 5.1.1 ainda afirma que: " nos casos em que a matrícula do CANDIDATO pré-selecionado for incompatível com o período letivo da IES, o que pode resultar em sua reprovação por faltas..."
Está configurada a questão de CANDIDATO. Além disso, na continuidade desse item, posterga, mas somente no caso de período incompatível, e exige que a comissão da faculdade registre a inscrição para
o 2º semestre.
Não tem mais nenhum argumento que refute essa tese, não?
   

3) Chegamos ao terceiro nhem nhem nhem da faculdade:
Ah, tudo bem, mas para liberar o documento para a contratação do Fies você tem de pagar a matrícula
Não é necessário!
Veja o que diz o artigo 2ºA da mesma portaria 10:
Bem explicadinho não? Só pode exigir o pagamento, e sem multa, caso o estudante não consiga concluir o Fies. Ou seja, caso o estudante não consiga o Fies.


Faça o download das portarias nos links abaixo para que eles não tenham nenhum argumento para recusar a sua inscrição ou lhe fazer cobrança indevida.
É preciso mais compreensão e menos nhem nhem nhem, né?

Ad sense

Ad sense